O último argumento é de que o sistema de impressão simultânea do voto é caro. Claro que não é barato como uma urna de lona. Mas não é significativo o seu custo perto do que já é gasto. Afinal, TSE já está planejando comprar 500 mil novas urnas com biometria para substituir as atuais. Curioso é que no mesmo momento em que o Governo federal está lançando a identidade única, com chip de identificação biométrica e técnicas antifalsificação, o TSE quer investir só este ano R$ 250 milhões em novas urnas com leitor de digitais. Não se tem notícia de que alguém votar no lugar de outro seja um tipo de fraude significativo para os resultados eleitorais. Mesmo numa pequena cidade do interior, seria preciso mobilizar 50 ou 100 pessoas para obterem títulos fraudulentamente e irem votar duas ou mais vezes para mudar uma simples eleição de vereador. Claro que todo mundo ficaria sabendo. Um, dois, três, até pode acontecer. Mas não centenas.

noO terceiro argumento que se costuma usar contra o voto impresso simultâneo é o da  “experiência”. A amostragem em 2002 teria revelado que o voto impresso causa transtornos, filas, atrasos. Ocorre que esta experiência foi conduzida por quem? Ah, pelo sr. Nélson Jobim, então presidente do TSE. Podia dar certo? O que aconteceu foi o resultado de uma experiência para não dar certo.  Porque é que não dá certo no Brasil e dá certo no mundo? Querem um exemplo? Por exigência da OEA, na Venezuela é usado o voto impresso conferido pelo eleitor. Lá, segundo nossos jornais, não há uma democracia e o Chávez pode querer fraudar as eleições. Que nada, isso acontece lá ,sem maiores problemas,  desde 2004.

Os transtornos ocorridos na experiência de 2002 no Brasil apenas demonstram que o administrador eleitoral não soube projetar esta forma nova de votar. Ocorreu falta de esclarecimento  do eleitor, que não foi avisado das diferenças de votar em máquinas com voto impresso. Toda eleição, o TSE faz campnhas publicitárias sobre a importância do voto. Também os candidatos mostram como se vota. Será que o brasileiro é menos inteligente que o venezuelano e que não sabe fazer o que o eleitor de lá sabe?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s