Históricos do PDT afirmam que estão legais no comando do partido

ala histórica do PDT, liderada pelo radialista Mário Márcio Torres contestou hoje informações de parte do partido de que estaria de forma ilegal no comando do Diretório Municipal e de que para a realização de uma nova eleição seria preciso antes ter a realização de núcleos.

Em mensagem enviada ao portal de notícias 24 Horas News, o tesoureiro do Diretório Municipal Júlio César Yule, explica que a liminar conseguida por Mário Márcio Torres na justiça, impedindo que o vereador Toninho de Souza assume o comando do diretório é legal.

Segundo a nota, no dia de junho em Brasília, foi realizada uma reunião no diretório nacional do PDT, quando Mário Marcio Torres e secretário Aurélio Augusto, encaminharam um requerimento para que a convenção municipal fosse realizada ao término de seu mandato em 30 de junho, já que o calendário de convenções municipais queria iniciar no dia posterior dia 1 de julho.

Yule explica que por sugestão do deputado Vieira da Cunha, a comissão executiva nacional decidiu prorrogar por 60 dias o mandato do partido em Cuiabá, para que nesse período fosse realizada a renovação do diretório municipal.

O tesoureiro explicou que em convenção pública com a participação de 166 filiados ficou estabelecido que a deliberação do PDT de Cuiabá é legítima inquestionável.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s