CPI do PAC depende de vereadores do PP e PDT

As articulações para a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para invetsigar as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), na Câmara de Cuiabá, estão intensas, com grande possibilidade de êxito. Nesta terça-feira (18), durante toda a sessão ordinária, os vereadores que defendem a comissão buscaram convencer seus colegas a aderirem ao pedido.

“A CPI do PAC é uma ferramenta importantíssima para que a sociedade saiba, em detalhes, tudo o que aconteceu nessas licitações. Através de um trabalho sério, poderemos subsidiar e complementar o trabalho que já foi feito pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal. O que não podemos é ficar calados diante disso tudo”, afirmou o vereador Francisco Vuolo (PR).

Segundo apurou o MidiaNews, além de Vuolo, a CPI conta com as assinaturas de Lúdio Cabral (PT) e Domingos Sávio (PMDB). Para Vuolo, a CPI do PAC vem ao encontro do clamor popular por moralidade no trato da coisa pública.

“O presidente da Câmara, Deucimar Silva, está correto quando prega um processo de transparência e moralização no Poder Legislativo. Portanto, nada melhor que avançarmos nesse sentido, fazendo um trabalho estritamente técnico, sério e com o respaldo de instituições como o próprio Ministério Público Estadual”, argumentou o republicano.

Vuolo foi presidente, no ano passado, da CPI do Lixo, que investigou os contratos da Prefeitura com a empresa Qualix. Ao final do trabalho, a CPI apresentou um relatório com inúmeras irregularidades no sistema de coleta e armazenamento no Aterro Sanitário de Cuiabá. O relatório, inclusive, resultou num procedimento investigatório do Ministério Público e aplicações de multas pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

Para Vuolo, um das obras que merecem uma investigação mais aprofundada é a da Estação de Tratamento de Água (ETA) Tijucal. Segundo ele, a obra vem se arrastando há anos e a Prefeitura não conseguiu cumprir vária datas de inauguração previstas. “O que acontece nessa obra? Temos informações de que empreiteiros fizeram empréstimos bancários ‘por fora’ para bancar a obra, e agora não conseguem receber, pois não hã medição. São questões graves que precisam ser apuradas”, afirmou.

Os vereadores que já assinaram o pedido de abertura da CPI aguardam o posicionamento dos vereadores do PDT (Toninho de Souza e Sérgio Cintra) e do PP (Deucimar Silva, Everton Pop e Levi Levi), que ficaram de estudar o assunto.

Em visita à Câmara, na manhã desta terça-feira, o prefeito Wilson Santos (PSDB) afirmou que os vereadores de seu partido têm total autonomia e liberdade para votarem ou não pela abertura da CPI do PAC.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s