O despeito da “Veja”

veja_mente-206x300É evidente que o ritmo de criação de empregos é inferior ao que se gostaria e ao que o Brasil precisa. Mas num momento de crise da economia mundial, quando os Estados Unidos anunciam  a perda, a cada mês, de 400 mil empregos, o fato de o Brasil estar conseguindo criar postos de trabalho e terminar o semestre com um saldo de 300 mil vagas a mais é significativo e não deveria ser desprezado. Mas a Veja o despreza.  Seu site na internet traz hoje a seguinte manchete: “No Brasil da marolinha, criação de empregos despenca 78%”. O ódio político deixa a Veja cega, daquele pior tipo: o que não quer ver. É curioso como a revista oficial da direita, hoje, adota aquilo que atribuía à esquerda: torce descaradamente pela crise, na linha do “quanto pior, melhor”. Este episódio deve nos previnir a respeito do que sair ali sobre a CPI da Petrobras. Porque a Veja pode ser cega à realidade, mas os interesses que representa estão de olho grande no petróleo do pré-sal.  Quem quiser saber tudo de que a Veja é capaz, acesse o excelente Dossiê Veja, do jornalista Luís Nassif.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s